Rádio Reino Vivo
Publicidade
Publicidade
Tobias Barreto/SE
Min.
Máx.
Inspirado em Salmos, Netanyahu quer enviar Bíblia à Lua em missão espacial
13/05/2019

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta quinta-feira (9) que pretende que a Bíblia impressa seja levada à Lua pela próxima espaçonave israelense para o espaço.

Em discurso no Quiz Bíblico Internacional para a Juventude, realizado todos os anos no Dia da Independência, Netanyahu prometeu enviar uma segunda espaçonave depois que a primeira, apelidada de “Beresheet” (Gênesis), colidiu com a superfície lunar em 11 de abril devido a complicações mecânicas.

“No mês passado, sentimos um tremendo entusiasmo: a espaçonave Beresheet estava a uma mão de distância da Lua”, disse o premiê no evento em Jerusalém.

Observando que a espaçonave carregava uma cópia digital da Bíblia, ele anunciou: “Isso não é suficiente. Nós vamos mandar a espaçonave novamente e, provavelmente, estará levando uma pequena Bíblia [impressa]. Eu quero que a Bíblia aterrisse na Lua, porque está escrito em Salmos 8:3: ‘Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a Lua e as estrelas que ali firmaste’. O Estado de Israel alcançará a Lua”.

Israel é, de longe, a menor nação que pretende pousar uma espaçonave na Lua, observou Netanyahu.

“Poucas nações orbitaram a Lua e, até agora, apenas três superpotências desembarcaram . Queremos ser a quarta nação a fazer isso. Afinal, as outras nações eram um pouco maiores que nós — os Estados Unidos, a China, a Rússia — e há uma boa chance de que dentro de dois ou três anos seremos a quarta potência”, visualiza o premiê.

“Como faremos isso?”, questionou. “Nós faremos isso por iniciativa, determinação e ousadia — dados a nós pelo nosso espírito, e nosso espírito vem da Bíblia. Não são só palavras. Esse espírito vem da Bíblia, porque não faria sentido essa enorme jornada que fizemos para retornar à nossa terra, ao nosso local de nascimento, se não tivéssemos levado conosco nossa fé, nossa tradição e nosso anseio pela pátria”.

O esforço de Beresheet foi homenageado nas celebrações dos 71 anos da independência de Israel. Na noite de quarta-feira (8), o bilionário Morris Kahn, presidente da SpaceIL, organização sem fins lucrativos que lançou a iniciativa, anunciou que voltará a contribuir com fundos para uma segunda tentativa de pousar uma espaçonave israelense na Lua.

Kahn contribuiu com cerca de US$ 30 milhões do custo total de US$ 100 milhões do primeiro lançamento.

O projeto era um empreendimento conjunto entre a SpaceIL e a Israel Aerospace Industries, financiada quase inteiramente por doações privadas de conhecidos filantropos judeus, incluindo Kahn, Miriam e Sheldon Adelson, Lynn Schusterman e outros.

Kahn já havia anunciado, poucos dias após a tentativa frustrada, que estava lançando o projeto Beresheet 2, dizendo: “Começamos algo e precisamos terminar. Colocaremos nossa bandeira na Lua”.

Fonte: Guiame
21:00 as 21:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua João Avila Araujo Filho, n° 415 - Tobias Barreto/SE
Ligue agora
(79) 8859-1268
Horário de atendimento
07:00 AS 23:00 HS